Eu quis

 

Eu quis fazer um verso
livre de barreiras
para expressar o que sinto,
para lavar a alma,
para recuperar o perdido.

Eu quis fazer um verso
livre de barreiras
para libertar meu corpo,
para libertar minha vida,
para libertar minha alma.

Eu quis fazer um verso.

Anúncios

Marca

 

Como ferro quente sobre a carne
você marcou o meu coração
a minha alma, minha emoção.

Ainda arde, posto que é paixão.
Ainda inflama, posto que é tesão.
Ainda pulsa, posto que é amor.
Ainda lateja, posto que é dor.

Como ferro quente sobre a carne
você me marcou, definitivamente,
com seu sorriso, suas palavras, seus gestos.

Recomeçar

Aquele cara quis recomeçar
largar tudo e não olhar para trás.
Mas seu passado lhe sorria ironicamente
e ele só conseguiu corar as escolhas de então.

Ele quis sonhar, mas não dormiu.
Ele quis falar, mas se ausentou.
Ele quis escrever, mas se fechou.

Então ele encontrou os braços abertos
de quem sempre o quis por perto.
No silêncio da sua alma ele a viu
sorrindo, chorando, calada, gritando,
era ela, a solidão.

Inebriado por seu som, silencioso,
ele se entregou, corpo, alma e razão.
Se é que há razão na solidão.
Se é que há razão.
Se é que há.
Se é que.
Se é.
Se.